Sete motoristas são presos por embriaguez ao volante em Natal

G1 – Sete pessoas foram presas por embriaguez ao volante entre a noite desta quarta-feira (23) e a madrugada desta quinta-feira (24) pela operação Lei Seca. Foram montados vários pontos de fiscalização em Natal. Ao todo, foram apreendidas 81 carteiras de habilitação

A Polícia Militar e o Detran montaram barreiras de fiscalização em sete pontos da cidade. O capitão Isac Galvão, subcoordenador da operação, informou que a operação será intensificada durante o feriadão da Semana Santa. “Vamos fazer todos os dias da Semana Santa. Hoje, vamos fazer operações. Vamos começar mais cedo e terminar mais tarde no intuito de proporcionar maior segurança”, disse.

Arte bafômetro vale (Foto: Editoria de Arte / G1)

Lei Seca
As regras da Lei Seca consideram ato criminal quando o motorista é flagrado dirigindo com índice de álcool no sangue superior ao permitido pelo Código Brasileiro de Trânsito: 0,34 miligrama de álcool por litro de ar expelido ou 6 decigramas por litro de sangue.

Nesse caso, a pena é de detenção de 6 meses a 3 anos, multa e suspensão temporária da carteira de motorista ou proibição permanente de obter a habilitação.

Condutores autuados por esse tipo de infração pagam R$ 1.915,40 de multa,  perdem 7 pontos na carteira e têm a CNH apreendida. O valor é dobrado caso o motorista tenha cometido a mesma infração nos 12 meses anteriores.

Se o bafômetro registrar um índice igual ou superior a 0,05 miligrama de álcool por litro de ar, mas abaixo do 0,34 permitido pelo Código de Trânsito, o condutor é punido apenas com multa.

No exame de sangue, o motorista será multado por qualquer concentração de álcool, e pode ser preso se tiver mais de 6 decigramas de álcool por litro de sangue.