Subtenente Eliabe diz que bloco dos tornozelados “é forma de intimidar a população”

O “Bloco dos Tornozelados”, que marcou o Carnaval de Natal ao sair pelas ruas do bairro das Rocas com pessoas vestidas com roupas de presos do sistema penitenciário potiguar e ostentando tornozeleiras eletrônicas, “representa uma apologia ao crime e uma forma de intimidar a população”. A opinião é do deputado estadual Subtenente Eliabe (SDD), em pronunciamento na sessão ordinária desta quinta-feira (03) na Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte.

“Quero externar minha indignação, meu repúdio ao fato noticiado em todo o Brasil. Um bloco formado por tornozelados, pessoas fantasiadas de presidiários, com tornozeleiras eletrônicas, alguns exibindo objetos que parecem armas. É uma situação deplorável. Não podem as autoridades aceitarem isso pacificamente. Os poderes constituídos precisam reagir. Isso é apologia ao crime, uma ameaça à população, uma forma de intimidar a população de bem e precisa de resposta à altura”, disse Eliabe.

Para o parlamentar, o maior motivo de indignação “é a forma como os poderes constituídos se comportam com esse problema: encarando com naturalidade”. O deputado defende que as forças de segurança, os policiais deveriam ter ido ao local para realmente se certificar do que se tratava.