Taxa de transmissão para de crescer, mas pesquisador alerta: ‘SP ainda terá muitos casos nas próximas semanas’

Taxa de transmissão parou de creescer, estamso no final do medo da Covid / Foto reproduzida

Após atingir o pico na última sexta-feira, 28, a taxa de transmissão da Covid-19 começou a desacelerar na cidade de São Paulo. Os dados são da ferramenta Info Tracker, desenvolvida por pesquisadores da USP e da Unesp.

Embora o índice tenha parado de ascender, o patamar ainda está elevadíssimo, em 1,8 — o que significa que cada 100 pessoas infectadas pela doença transmitem para outras 180. Sendo assim, mesmo com a estabilização da taxa, a queda de casos não acontecerá de imediatado.

“Embora a taxa de transmissão tenha atingido estabilidade, ou seja, parou de ascender, ainda haverá muitos casos na capital para as próximas semanas em vista da taxa ainda estar acima de 1,0, isto é, a situação ainda é crítica na capital e vai continuar dessa maneira por pelo menos nas próximas duas ou três semanas”, explicou o coordenador do Info Tracker e professor da Unesp, Wallace Casaca, à Jovem Pan.

Do Blog: Para este blogueiro as informações são imprecisas, porque uma hora diz que desacelerou, depois faz alerta para amendrontar as pessos.

É preciso assumir de uma vez por todas que esse vírus é apenas político.

Jovem Pan