TV Assembleia vence prêmio de jornalismo do Ministério Público

A TV Assembleia foi a grande vencedora, na categoria telejornalismo, da premiação do Ministério Público do Rio Grande do Norte que elegeu os melhores trabalhos da imprensa relacionados à instituição em 2016.

Com a matéria “100 anos da ponte dos ingleses”, o repórter Mateus Magalhães desnudou a história do primeiro equipamento férreo que uniu a zona norte de Natal ao resto da cidade. Atualmente, a ponte ferroviária, paralela à ponte de Igapó, se deteriora sob sol, brisa e a maresia do rio Potengi.

::: CONFIRA AQUI A REPORTAGEM:::

“Não esperava arrematar o primeiro lugar. Acreditava no potencial de ser finalista. Eu assisti a matéria, sabia que estava boa, por uma soma de esforço, do motorista da equipe à edição. Mas como o foco da matéria não era a atuação do Ministério Público, eu não acreditava que a gente iria ganhar. Foi uma grata surpresa”, comemorou o repórter Mateus Magalhães. São ainda coautores da reportagem João Gonçalves da Silva, Edson Alves Bezerra e Sérgio Murilo de Faria.

Além de contar a história da obra, situando o contexto econômico que a demandou – escoação da cana-de-açúcar e do sal – a reportagem recorre a elementos populares como as lendas que surgiram no entorno da obra e situa o equipamento no tempo atual destacando o descaso do poder público, a quem o Ministério Público do Rio Grande do Norte recomendou a restauração pelo inegável valor histórico.

Não é a primeira vez que a TV Assembleia arremata o prêmio do Ministério Público.
Em 2011, Aa jornalista Larisse de Souza, venceu na categoria telejornalismo, com uma edição do programa Cidadão do Futuro, abordando a temática das drogas na infância e adolescência.

Veja a lista com os premiados em todas as categorias:

VENCEDORES

MENÇÃO HONROSA

Menção honrosa a Marco Escobar, da Uern TV, com a matéria Educação Infantil.

Menção honrosa ao Novo Jornal pelo projeto Master Foca.

ESTUDANTE

Categoria Estudante: 1º lugar: Danielly Costa (Novo Jornal) com a matéria “Adoção, amor além da escolha”.

Matéria teve como coautores Alessandra Imperial, Jaqueline Barbosa, Sillas D’Nóbrega, Nathália Gomes.

Categoria Estudante: 2º lugar: Wallace Maxsuel de Azevedo (Novo Jornal) com a matéria “Transparência opaca”.

Categoria Estudante: 3º lugar: Iago Matheus C. X. Cruz (Novo Jornal) com a matéria “Consórcio como solução pode acabar com lixões”.

Coautores foram Ana Paula de Freitas G. Mafra, Andréa Ferreira da C. Figueiró, Daltro R. Emerenciano e Débora Anne L. do Nascimento.

WEBJORNALISMO

Webjornalismo: 1º lugar: Francisco Ricardo S. de Araújo (Tribuna do Norte). “Canto das Marias – História de violência contra mulher”.

Webjornalismo: 2º lugar: Frederico Augusto da S. Carvalho (G1). “Desvio no Idema chegam a R$ 35 milhões, aponta relatório do TCE/RN”.

Webjornalismo: 3º lugar: Anderson da Silva Simões Barbosa (G1). “Operação combate facção que age dentro dos presídios do RN”.

RADIOJORNALISMO

Radiojornalismo: 1º lugar: Mallyk Nagib Gonçalves de Sousa (CBN). “UBER x Táxi em Natal”

Radiojornalismo: 2º lugar: Ciro Pereira Revoredo Marques (96 FM). “Trânsito de carroças em Natal”

Radiojornalismo: 3º lugar: Roberta Caroça Seixas (CBN). “Transformando Destinos e as estratégias de enfrentamento às drogas”

JORNALISMO IMPRESSO

Jornalismo impresso: 1º lugar: Norton Rafael Neves de Amorim (Novo Jornal). “S.F.S, 15 anos, estuprada pelo padrasto até engravidar”

Jornalismo impresso: 2º lugar: Cledivânia Pereira Alves/Aura Mazda (Tribuna do Norte). “AL triplicou vagas de comissionados em 5 anos”

Jornalismo impresso: 3º lugar: Arthur Barbalho Braz (Tribuna do Norte). “Fraudes em Parnamirim ocorreram entre 2009/15”.

TELEJORNALISMO

Telejornalismo: 1º lugar: Matheus Azevedo Magalhães (TV Assembleia). “100 anos da ponte dos ingleses”.

#MPRN A matéria que ficou na 1ª colocação teve como coautores João Gonçalves da Silva, Edson Alves Bezerra e Sérgio Murilo de Faria.

Telejornalismo: 2º lugar: Roberta Caroça Seixas (TV Tropical). “MP no combate à violência contra a mulher”

Telejornalismo 3º lugar Victor Ferreira de Lima (TV Ponta Negra). Mulheres buscam apoio para romper com o ciclo da violência doméstica

#MPRN A matéria que ficou na 3ª colocação teve como coautor Francisco Ricardo Silva de Araújo.

FOTOJORNALISMO

Fotojornalismo: 1º lugar: Magnus Teixeira do Nascimento (Tribuna do Norte). “Por medo, hospitais fecham prontos-socorros ao público.