Ucrânia bombardeia depósito de petróleo na Rússia, afirma governo local

Segundo a administração da cidade de Belgorod, um incêndio foi causado por um ataque aéreo realizado por dois helicópteros das Forças Armadas da Ucrânia que violaram o espaço aéreo russo. / Reprodução/Filial da Região de Belgorod do Ministério de Emergências da Rússia/TASS

Ucrânia bombardeou um depósito de petróleo em Belgorod, na Rússia, segundo informou o governador russo da região nesta sexta-feira, 1º de abril. “Aconteceu um incêndio no depósito de petróleo devido a um bombardeio efetuado por dois helicópteros militares ucranianos, que entraram no território russo voando a baixa altitude”, afirmou Vyacheslav Gladkov em seu canal no Telegram. Em outra mensagem, o governador afirmou que os bombeiros trabalhavam para apagar o incêndio e que dois funcionários do depósito ficaram feridos. O ministério russo de Situações de Emergência informou que 170 funcionários seguiram para o local. O grupo Rosneft, proprietário do depósito, anunciou que retirou os trabalhadores do local.https://9801890c07b710ef0c220d220a83fa4e.safeframe.googlesyndication.com/safeframe/1-0-38/html/container.html

Belgorod fica 80 quilômetros ao norte de Kharkiv, uma das cidades ucranianas mais atacadas pelas tropas russas desde o início da ofensiva russa, em 24 de fevereiro. Segundo a imprensa russa local, após o ataque filas de veículos se formaram em postos de gasolina de todo o país, mas o ministro da Energia, Nikolai Shulgunov, descartou a possibilidade de desabastecimento de combustíveis. Na última quarta-feira, 30, já haviam sido registradas explosões em um depósito de munições da região de Belgorod, mas as autoridades russas não explicaram o que provocou o incidente. O diretor de uma gráfica que fica perto de Belgorod, Konstantin Lakhnov, afirmou que sua empresa foi atingida pelos disparos. “Helicópteros lançaram foguetes contra nós… as janelas estão danificadas, o equipamento está destruído ou danificado… o teto foi danificado”, declarou à agência de notícias russa Tass.

Jovem Pan

Leave a Comment