Vivaldo Costa homenageia médico seridoense pelos 54 anos de seu falecimento

Na Sessão Plenária desta quinta-feira (28), no horário destinado aos deputados, Vivaldo Costa (PSD) prestou homenagem a um médico de Caicó, Dr. Carlindo de Souza Dantas, pela ocasião dos 54 anos de seu falecimento. O parlamentar contou um pouco da história do profissional de saúde, frisando que segue até hoje os seus ensinamentos e princípios.

“Eu quero prestar uma homenagem hoje ao médico Carlindo de Souza Dantas, que dedicou sua vida ao atendimento das pessoas pobres da cidade de Caicó. Ele foi assassinado há 54 anos, em 28 de outubro de 1967, por pistoleiros, em frente a um clube do município”, iniciou.

Segundo o parlamentar, Carlindo doava sua vida inteiramente ao trabalho junto às pessoas mais humildes, e isso causava muita inveja e indignação. “Então contrataram um pistoleiro e o assassinaram. Mas seu exemplo permanece até hoje, de um homem solidário, que nos momentos de maior dificuldade estava ao lado dos doentes, numa época em que não havia nem SUS, e ele era a única solução”, detalhou o deputado.

Ainda de acordo com Vivaldo, em 1972, ele foi convocado pelo povo de Caicó, através do então senador Dinarte Mariz, para dar continuidade à luta de Carlindo, atendendo no mesmo consultório.

“E ali eu passei a exercer a Medicina, fiel aos seus ensinamentos, sempre atendendo aos mais pobres, não deixando que eles sucumbissem por falta de condições financeiras ou de plano de saúde. E durante a minha vida inteira, até hoje, eu continuo esse mesmo trabalho, coerente com os princípios que aprendi da minha família e seguindo o exemplo do Dr. Carlindo Dantas, tão querido por todos os seridoenses”, disse.

Por fim, Vivaldo Costa contou que Carlindo está sepultado em Caicó, e seu túmulo é visitado constantemente, principalmente no Dia dos Finados. “Muitas pessoas vão ao cemitério fazer suas orações e até promessas, já que no imaginário popular Carlindo faz milagres, ajudando as pessoas a recuperarem sua saúde. Elas o tratam como um verdadeiro santo. Então, fica a minha homenagem a esse grande médico potiguar”, concluiu.

Leave a Comment