Zelensky esfria interesse de incluir a Ucrânia na Otan

O presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky, falando na capital Kiev / Handout / UKRAINE PRESIDENCY / AFP

O presidente da UcrâniaVolodymyr Zelensky, afirmou na última segunda-feira, 7, que não tem mais tanto interesse em incluir o país na Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) neste momento, após entender que o grupo de países ocidentais não está preparado para isso e teme os conflitos que poderiam ser gerados. “Em relação à Otan, me acalmei em relação a essa questão há muito tempo, depois que nós entendemos que a Otan não está preparada para aceitar a Ucrânia. A Aliança tem medo de coisas controversas e confrontos com a Rússia. Eu nunca quis ser um país que implora algo de joelhos [sobre pedir para entrar na Otan]. E não seremos esse país. E eu não quero ser esse presidente”, disse Zelensky em entrevista exclusiva ao canal de televisão americano ABC.

Rússia, que está atacando a Ucrânia desde o dia 24 de fevereiro, afirma que vai interromper sua ação bélica após Kiev desistir de entrar na Otan, reconhecer a Crimeia como território russo e também a independência das duas regiões separatistas autodeclaradas repúblicas populares de Donetsk e Luhansk, no leste ucraniano. Entretanto, após três encontros para negociações de paz, realizados na fronteira com Belarus, os dois países ainda não conseguiram avançar com a construção de um acordo, mas apenas discutir a necessidade de criar corredores humanitários para a saída de vítimas civis da Ucrânia.

Jovem Pan